Direitos Humanos GUARULHOS VARIEDADES

Guarulhos empossa novos membros do Conselho de Igualdade Racial

Compartilhe nas redes sociais!

Os 48 membros do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial (Compir) de Guarulhos tomaram posse em solenidade realizada na noite desta quarta-feira (18) no auditório do Paço Municipal. Representando o prefeito de Guarulhos, Guti, o vice-prefeito e secretário de Cultura, Professor Jesus, acompanhado do subsecretário da Igualdade Racial, Anderson Guimarães, deram posse ao colegiado formado por 24 representantes da sociedade civil e pelo mesmo número do governo municipal, cujo mandato vai até 2024.

“A discriminação racial é uma luta constante, diária e não é fácil, porém tenho certeza de que um dia vamos superar. O Compir deve zelar e promover políticas de igualdade racial, mas precisamos fazer políticas afirmativas para que possamos combater as desigualdades, o preconceito e o racismo”, afirmou o vice-prefeito.

Para Guimarães, a questão racial deve permear o debate dos planos e ações governamentais voltadas à população. “Não existe outro caminho para se pensar a construção de políticas públicas para beneficiar o maior número de pessoas que não passe pela discussão racial. Não há como se fazer políticas públicas se não for com respeito às diferenças, às etnias, às opções sexuais, religiosas e políticas. Temos condições de construir uma sociedade mais justa e igualitária. Quando se olha pra indicadores da morte da juventude observamos que oito entre dez são negros, e os índices de violência contra a mulher mostram números assustadores de mulheres negras vitimadas. Com a posse desse novo conselho vamos discutir e encontrar os caminhos para resolver essas questões, porque nós somos a pedra fundamental na construção do que chamamos de políticas de igualdade racial”, destacou o gestor.

O respeito às diferenças foi abordado pela a vice-presidente do Compir na gestão 2020/2022, Luiza Owhoka. “Precisamos ser vistos com respeito e nossas opções devem ser respeitadas. Temos que sair na rua sem o risco de tomar um tiro e não sermos referência de coisas ruins, ‘coisas de preto’. Creio que é importante que a nova gestão do conselho siga fazendo valer o que nos agrega, o que nos é importante e principalmente trazendo à luz que o direito à vida é do humano: o Universo não foi criado separado por fronteiras, ou corpos físicos, ou etnias, nem por nenhum outro tipo de distinção. Somos todos iguais perante o Universo. Sigamos avançando e ampliando o respeito concreto da diversidade”, disse Luiza.

Na oportunidade o ouvidor da Polícia do Estado de São Paulo, o advogado criminalista Elizeu Soares Lopes, discorreu sobre a atuação do órgão e fez um apanhado histórico de como o tráfico e as condições de escravização dos negros promoveram um quadro de desigualdades raciais vivenciadas até hoje que afetam a cidadania dessas pessoas e prejudicam a consolidação da democracia.

O evento contou ainda com as participações do secretário de Direitos Humanos de Guarulhos, Alexandre Dentista, do coordenador de Políticas para a População Negra e Indígena da Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania, Antonio Carlos da Silva, da secretária-geral e presidente do Comitê Gestor do Fórum Inter-religioso para uma Cultura de Paz e Liberdade de Crença da Secretaria da Justiça e Cidadania, Vânia Soares, e de representantes do Legislativo Municipal, entre outras autoridades.

Compir

O Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial tem como objetivo propor políticas de promoção da igualdade racial com ênfase na população negra, povos indígenas e outros segmentos étnicos voltadas ao combate ao racismo e à discriminação racial, à desconstrução de preconceitos, à redução de desigualdades raciais tanto nos aspectos educacional, econômico, financeiro, político, como social e cultural. Cabe ao Compir exercer o controle social sobre as políticas de promoção da igualdade racial desenvolvidas pelo município.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *